Imagem: reprodução/CBS Evening News

Toda quarta-feira, na cidade de St. Louis, Estados Unidos, um grupo de jovens se reúne na casa de Peggy, uma avó que perdeu o neto, para compartilhar um café da manhã reconfortante. Esse gesto caloroso começou quando seu neto, Sam, criou o “Clube do Café da Manhã de Quarta-feira” com os amigos. Os encontros aconteciam em um restaurante, mas certo dia Sam disse aos amigos que a avó dele cozinhava melhor e a partir daquele dia os encontros passaram a ser na casa da avó.

Imagem: reprodução/CBS Evening News

Após a trágica perda de Sam em um acidente, os adolescentes continuaram a tradição, transformando-a em uma corrente de apoio para a vovó Peggy. A cada semana, o grupo cresce, reunindo-se não apenas para desfrutar do saboroso café da manhã, mas para compartilhar carinho e solidariedade.

“Eles vêm aqui toda a semana”, disse ela. “Eles só querem ter certeza de que eu estou bem”, contou a Peggy. Quando o neto morreu, a tradição ganhou um significado especial para os jovens e para a vovó. Na semana seguinte, os adolescentes voltaram, em número cada vez maior, para dar apoio a Peggy, numa verdadeira corrente do bem.

A iniciativa, que começou como uma expressão de amor pelo neto falecido, tornou-se uma poderosa maneira de manter viva a memória de Sam. Para Peggy, essas quartas-feiras se transformaram em um vínculo especial com seus novos “netinhos queridos”, e ela encontra forças para continuar cozinhando, tocada pelo legado afetuoso que Sam deixou para trás. Uma verdadeira história de amizade que transcende a dor e celebra a vida.

Com informações Good News Network.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO