Filha de pedreiro e de doméstica foi aprovada em medicina em uma Universidade Federal

Camila Fernandes de Oliveira, de 19 anos, foi aprovada no vestibular de medicina da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), São Paulo. Ela não fez cursinho pré-vestibular e estudou a vida toda em escola pública.

Camila mora em cidade chamada Rio Claro, no interior de São Paulo. Seu pai é pedreiro e sua mãe empregada doméstica. Sempre estudou em escola pública, não fez cursinho pré-vestibular e conseguiu garantir uma vaga em no curso mais concorrido do medicina (país (conforme ranking do Sisu 2021).

“Sendo quem eu sou e de onde vim, é uma vitória extraordinária. Hoje, pessoas pobres e que estudaram em escola pública igual a mim, com a mesma realidade que a minha, não têm tantas oportunidades que as pessoas de classe média, de escola particular. Sempre enfrentei muitos desafios, mas sempre consegui ter o estudo como minha prioridade”, disse ela ao Jornal Cidade.

Para a jovem essa é uma vitória que considera quase impossível. Eu venci. Passei e desejo que mais pessoas como eu tenham esse tipo de oportunidade, [ocupando] nossos espaços de direito, [inclusive] na medicina e outros cursos que são mais elitizados”.

Camila diz que teve equilíbrio nos estudos, nunca estudava demais e nem tirava tempo demais para descansar. “Tinha meus horários de estudo e lazer e conseguia administrar muito bem. Namorar, assistir filmes e também manter o rendimento de segunda à sexta-feira nunca foram problema para mim”, contou.

A mãe, Marinalva Fernandes de Souza de Oliveira, de 48 anos, falou emocionada da filha. “Trabalhava de empregada doméstica numa casa e um patrão me disse: ‘como podem encherem a casa de filhos? Não conseguem nem dar estudo a eles’. Eu respondi: ‘meus filhos vão estudar’. Eu lutei muito e hoje só tenho orgulho da Camila e de todos eles”, comentou.

Agora ela e família estão vendendo feijoada para arrecadar dinheiro e comprar um notebook para auxiliar a garota nos estudos.

Muito sucesso para a Camila! E você conhece alguém com uma história inspiradora aqui em nosso estado? Se sim, entre em contato conosco em nosso direct do nosso perfil no Instagram.

Fonte: Jornal Cidade

 

 

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: