Juventudes e a Pandemia: Pesquisa investiga os impactos da pandemia na vida dos jovens

A coleta de dados, realizada pelo Conselho Nacional da Juventude – Conjuve, teve início no dia 26 de março. Até agora já foram registradas 36 mil respostas completas e mais de 50 mil acessos na plataforma. Podem participar da pesquisa, jovens com idades entre 15 e 29 anos.

O prazo para participar da 2ª edição da pesquisa ‘Juventudes e a Pandemia do Coronavírus’, apoiada pela Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes – Seduc, foi prorrogado até quinta-feira, 15 de abril.

Objetivo/Pesquisa

A pesquisa tem como objetivo entender os impactos do contexto atual na vida de jovens e criar uma base sólida de evidências para apoiar a atuação de tomadores de decisão, das esferas pública e privada, diante dos desafios impostos pela pandemia do coronavírus.

Podem participar da pesquisa, jovens com idades entre 15 e 29 anos.

Foto: Márcio Vieira/Governo do Tocantins

Acesso

Para participar é só acessar o link: https://pt.surveymonkey.com/r/juventudesepandemia2

A proposta é que os participantes falem como tem sido sua experiência, abordando questões sobre saúde, educação, trabalho, renda e expectativas para o futuro.

“A convocação continua, pois quanto maior número de questionários respondidos maiores serão as evidências para construção de políticas públicas que contemple o nosso público alvo: os jovens”, destacou o diretor de Políticas para Juventude, da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes, Pedro Reis.

2ª Edição

Em junho de 2020, para entender os efeitos da pandemia e isolamento social na vida das juventudes, foi lançado o relatório da pesquisa Juventudes e a Pandemia do Coronavírus. Mais de 33 mil jovens responderam à pesquisa. Nesta segunda edição esse número já foi superado e a divulgação da análise dos novos dados está prevista para ocorrer no segundo semestre deste ano.

Com informações do Conjuve e do Governo do Tocantins

Comentários do facebook

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: