Cultura tocantinense: Sússia e Quilombolas serão destaque no Projeto Identidade Brasilis

Nesta terça-feira, 15, às 16h, será possível acompanhar pelo projeto Identidades Brasilis a exposição virtual fotográfica “Os negos da Lagoa: Um Recorte da Resistência Quilombola no Tocantins”, de Emerson Silva. O fotógrafo irá participar de um bate papo para falar sobre o trabalho. Já às 19h será exibido o filme “A Sússia” de Lucrecia Dias (Arraias – TO).

Programação

Durante a programação quem assistir vai poder participar de um bate papo sobre o processo criativo com a participação da diretora do filme. Pra quem ficou interessado em conhecer mais sobre a cultura tocantinense basta acessar a  página oficial do Sesc Tocantins no Youtube www.youtube.com/sescto. Informações pelo e-mail [email protected] ou pelo telefone (63) 3212-9954.

Confira os Detalhes

Os Nego da Lagoa: Um Recorte da Resistência Quilombola no Tocantins

A exposição do fotógrafo Emerson Silva, retrata por meio de detalhes, nuances, sombra e luz, o cotidiano contemporâneo do povo que hoje habita a Lagoa da Pedra – Quilombo da Lagoa da Pedra.

O povoado surgiu em 1854, com a conquista da liberdade outrora perdida, na fuga do labor escravo das minas de ouro do povoado de Nossa Senhora dos Remédios de Arraias, hoje município de Arraias, a 412 km de Palmas, região sudeste do Tocantins, onde encontraram seu refúgio, semeando suas vidas nas serras do cerrado brasileiro, criando seus descendentes, resistindo, dando origem ao Quilombo da Lagoa da Pedra.

www.sescto.com.br/cultura/exposicoes

Fotógrafo Emerson Silva

Nascido em São Paulo – SP, em 1975, residente em Palmas, Tocantins, desde 1995. Trabalhou na assessoria de comunicação da então, Fundação Cultural do Estado do Tocantins, onde teve a oportunidade de conhecer a fundo as manifestações culturais regionais, materiais e imateriais, e seus personagens – comunidades rurais negras, indígenas de várias etnias, mergulhando na fotografia documental e fotojornalismo. Também trabalhou como repórter fotográfico dos jornais, Stylo, Jornal do Tocantins, e na Agência do Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa. Emerson se dedica a documentação fotográfica há mais de 20 anos.

A Sússia

O filme tem a duração de 17 minutos e a classificação é livre. Ao som de caixas, pandeiros e bumbos, mulheres e homens de todas as idades cantam, tocam, batem palmas, dançam, recriam as tradições e recontam sua própria história na Comunidade Quilombola Lagoa da Pedra.

Com informações Assessoria Sesc-TO

Comentários do facebook

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: