Cristalândia: Governo deve implantar Colégio Militar na cidade e ainda anuncia recuperação de 60 km de estradas

Foi assinada na tarde desta terça-feira, 28, pelo Governador Mauro Carlesse a Ordem de Serviço para recuperação de estradas vicinais do município de Cristalândia e também um Termo de Parceria entre a Secretaria de Estado da Educação e a Polícia Militar para implantação do Colégio Cívico Militar de Cristalândia.

Obras

Segundo o Governo as obras de recuperação das estradas serão iniciadas imediatamente e devem ser concluídas em até 120 dias. Ao todo, serão restauradas 60 km de estradas e construídas pontes, que devem beneficiar diretamente os produtores rurais da região.

Recursos

Para a execução dos trabalhos o Governo deve investir R$ 1 milhão, oriundos do Ministério da Agricultura e provenientes de emenda do deputado federal Carlos Henrique Amorim. De acordo com o titular da pasta da Agricultura, Pecuária Aquicultura, Tiago Dourado, o município de Cristalândia tem a sua economia baseada na agricultura e na pecuária, conta vários assentamentos e as estradas em boas condições de tráfego vão proporcionar muito mais segurança aos produtores e à população de uma forma geral.

” Embora os recursos sejam do Ministério da Agricultura, as estradas bem conservadas vão beneficiar todos os setores”, comentou ele.

“A exemplo de outras localidades do Estado, o município de Cristalândia se destaca pela produção do campo. O que precisamos fazer estamos fazendo, que é melhorar a infraestrutura para facilitar a vida do nosso produtor”, ressaltou o Governador.

Colégio Militar

Foto: Esequias Araujo

O Colégio Militar de Cristalândia está previsto para funcionar na Escola Otacílio Marques Rosal. Essa é a décima sexta unidade implantada no Estado e de acordo com o governador Mauro Carlesse a expectativa é de implantar mais 30 Unidades no Tocantins.

Para implantação da unidade a comunidade escolar participou recentemente de uma consulta pública para adesão ao Programa Nacional de Escolas Cívico-Militares (PCIM). Participaram do encontro profissionais da Secretaria da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), da Diretoria Regional de Ensino (DRE) de Paraíso do Tocantins, da Polícia Militar (PM), além de pais, professores, servidores e comunidade local.

O programa é direcionado a unidades de ensino que contam com alunos em situação de vulnerabilidade social e com desempenho abaixo da média estadual no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

Com a adesão ao programa, a unidade continua com seus currículos orientados pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC), porém passa a contar com aportes financeiros para melhorias na estrutura e com a disciplina (norma de conduta) militar.

Com informações do Governo do Tocantins

Comentários do facebook

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: