Jovem tocantinense acumula títulos no Triathlon nacional e internacional e agradece aos professores e a escola onde estuda

Giovanna Lacerda, matriculada na rede estadual de ensino, na terceira série do Centro de Ensino Médio Tiradentes em Palmas, é uma estudante que apresenta alto rendimento nos estudos e no esporte. Aos 18 anos já acumula vários títulos internacionais: foi três vezes campeã brasileira, campeã Sulamericana de Triathlon, na categoria júnior, e primeira colocada no Mundial Escolar, edição de 2017.

Giovanna é um dos muitos estudantes que buscam conciliar a educação e o esporte para o desenvolvimento pessoal. A base da escola e o apoio dos professores tem feito a diferença na vida da atleta. Ela conta que o incentivo da escola tem sido fundamental para o seu sucesso no esporte, mês passado, conquistou o título no Campeonato Nacional de Triathlon Olímpico de Portugal, na categoria júnior, e o segundo lugar geral da prova, competindo com todas as categorias, incluindo elite.

“Estou no CEM Tiradentes desde o primeiro ano do ensino médio, e todos os professores, a coordenação e a direção sempre me incentivaram e deram apoio, acreditando no meu sonho. Em virtude dos campeonatos, tenho várias viagens, mas sempre com a possibilidade de reposição de conteúdo, realizações de atividades e provas. Tudo é documentado à escola pela CBTri [Confederação Brasileira de Triathlon], inclusive informando os resultados. Sou muito grata aos professores e à escola por essa ajuda”, ressaltou a jovem, que cumpre uma média anual de treinos de 12 mil quilômetros de natação, 12 mil km de bike e mais de 1400 km de corrida.

Seleção Brasileira Triathlon

Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal

Giovanna entrou para a Seleção Brasileira de Triathlon, categoria youth, aos 15 anos, e tem uma rotina puxada de treinos e provas nacionais e internacionais. Em cada competição, tem a oportunidade de vivenciar na prática os ensinamentos adquiridos em sala de aula.

“Minha mãe sempre me ensinou a valorizar a escola e o aprendizado em sala de aula, vou levar isso pela vida inteira. Tem coisas que aprendo na escola, em aulas de geografia e história, por exemplo, que vivencio na prática durante as viagens, num determinado lugar, num ponto turístico. Eu tento assimilar ao máximo o conteúdo repassado porque sei que tenho a possibilidade de vivenciá-los”, informou.

Segundo a diretora do CEM Tiradentes, Lucilene da Silva Carneiro, a escola sempre deu suporte para que a estudante pudesse conciliar as atividades escolares com a carreira.

Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal

“Com relação às atividades, a escola sempre organizou a vida escolar dela. Por causa das viagens, às vezes tinha que deixar de fazer determinadas atividades no tempo estabelecido pela escola, mas sempre que ela retornava, as atividades eram repassadas. Imediatamente, ela procurava a escola para recuperar os dias que tinha faltado e possíveis esclarecimentos de dúvidas, sempre acompanhada pelos professores. Após uma competição fora do Estado, a escola também sempre faz a recepção da estudante, em forma de homenagem, para divulgar as conquistas; é uma maneira de mostrar para os demais alunos que os jovens têm condição de alcançar seus sonhos”, comentou.

Homenagem aos professores

Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal

“Eu agradeço por todo esse incentivo, por não desistir dos nossos sonhos e apostar nos nossos projetos de vida. Os professores estão sempre dispostos a nos ajudar a ser alguém de destaque na vida. Obrigada por serem tão maravilhosos. Vocês têm grande contribuição em tudo que faço e conquisto. Depois de pai e mãe, o professor é a base de tudo”, destacou Giovanna.

A mãe de Giovanna, Márcia Regina dos Santos, afirmou que a parceria que escola tem com a família tem sido importante para o sucesso da estudante.

“Somos muito gratos a toda a equipe do Tiradentes pelo apoio que a Giovanna recebeu da escola. A postura da direção, dos professores ajudou a Giovanna a ter um bom rendimento na escola e no esporte. Esse cuidado foi fundamental e fez toda a diferença na vida da minha filha. Ela sempre foi uma aluna muito dedicada e foi muito bem acolhida na escola. Essa parceria que escola tem com família nos dá força para continuar acreditando nos sonhos da nossa campeã”, revelou.

Com informações da Seduc

Comentários do facebook

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: