Hospital Regional de Gurupi intensifica testes específicos a recém-nascidos

O Hospital Regional de Gurupi (HRG), ampliou os cuidados com os recém-nascidos. Em esforço conjunto da equipe técnica da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e os profissionais da unidade hospitalar, os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), referenciados para o local, contam agora com teste do pezinho, do olhinho, da linguinha, do coraçãozinho e da orelhinha.

“Realizamos uma média de 145 partos mensais. Por isso, sonhamos com equipamentos e melhorias dos serviços. Graça a Deus e aos esforços do hospital em conjunto com a SES, estamos retomando os cuidados com RN. Retomamos o teste do olhinho, teste da linguinha do coraçãozinho e na última quarta-feira, conseguimos retornar para teste da orelhinha. Uma comemoração para nossa equipe e a população atendida”, destacou a diretora geral do HRG, Cristiane Uchoa,

Para a supervisora do setor de fonoaudiologia do HRG, Kassia Sousa Pontes, “contar com este serviço é a realização de um sonho. Agora os bebês podem ser diagnósticos imediatamente sobre algum problema e os pais ficarão ainda mais despreocupados, sabendo que os exames deram todos regulares. Estamos cumprindo a Lei Federal 12.303 de 2010 e desta forma dando mais qualidade de vida aos nossos pacientes”, pontuou.

Direitos

De acordo com o Ministério da Saúde, todo bebê que nasce no Brasil tem direito a realizar gratuitamente testes muito importantes para a sua saúde. São eles:

– Teste do pezinho: realizado preferencialmente entre o 3º e 5º dia de vida, o procedimento é uma das principais formas de diagnosticar doenças como: fenilcetonúria, hipotireoidismo congênito, doença falciforme e outras hemoglobinopatias, fibrose cística, deficiência de biotinidase e hiperplasia adrenal congênita.

– Teste da orelhinha: feito de 24 a 48 horas após o nascimento, a Triagem Auditiva Neonatal é um exame importante para detectar se o recém-nascido tem problemas de audição. Após a sua realização é possível iniciar o diagnóstico e o tratamento das alterações auditivas precocemente.

– Teste do olhinho: indicado para os primeiros dias de nascido, é um teste simples, rápido e indolor, que consiste na identificação de um reflexo vermelho que aparece quando um feixe de luz ilumina o olho do bebê. Pode detectar qualquer alteração que cause obstrução no eixo visual, como catarata, glaucoma congênito e outros problemas.

– Teste do coraçãozinho: também indicado nas primeiras 48 horas de vida, consiste em medir a oxigenação do sangue do recém-nascido com o auxílio de um oxímetro, espécie de pulseirinha, na mão e no pé do bebê. Caso algum problema seja detectado, o bebê é encaminhado para fazer um ecocardiograma.

– Teste da linguinha: é um procedimento usado para a detectar alteração no tecido que se estende da língua até a cavidade inferior da boca. O exame avalia se o freio da língua é curto, o que pode dificultar a amamentação, mastigação, deglutição e desenvolvimento da fala, como língua presa.

Com informações do Governo do Tocantins

Comentários do facebook

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: