Até onde você poderia ir se não fosse o medo que você tem?

Sabe aquele sonho guardado no pensamento? Aquela vontade de mudar que te inquieta e que as vezes te faz perder o sono? O sentimento que você tem por outra pessoa e que fica martelando no seu coração, mas guarda só para você?

Por Francisco Donato

Todos nós temos e carregamos esses sonhos conosco, o problema é que muitas vezes eles ficam só na vontade e nunca passam de sonho. Ficam só do desejo de fazer, mas não temos a coragem de realizar e fazer a mudança acontecer, o nome disso é medo.

E este medo é um bloqueador que nos impede de prosseguir, de seguir, viver, sentir, de nos transformar. As vezes para quem olha de fora parece simples, mas não é. Não é fácil, pode ser dolorido, confuso, estranho, e dar muito medo, mas não é impossível.

É possível sim fazer a transformação acontecer. Você só precisa de um pouco de loucura, adquirir alguns hábitos e muito desejo de mudar, sair do óbvio, escapar da roda dos ratos, onde só acorda, trabalha, volta para casa, trabalha de novo e o ciclo nunca muda. Até onde podemos ir? Não sei.  Só sei que para algo de novo acontecer é preciso estar disposto a superar os medos.

Quantas pessoas ao nosso redor nos “impedem” de viver os nossos sonhos? Nos colocam pra baixo, não se importam com nossos sonhos ou valorizam os sentimentos que temos? Fato que muita gente diz torcer pelo nosso sucesso, mas não move o mínimo que seja para ajudar.  Quantas vezes pensamos em mudar e não temos ajuda das pessoas que amamos. É mais fácil criticar do que ajudar, é mais fácil julgar sem ter a coragem de fazer, é bem mais fácil estender a mão para quem não conhecemos do que para quem está do nosso lado.

As vezes apenas um: você vai conseguir! Vamos nessa! Tenho fé em você! Acredite! Não desista! Corra atrás do seu sonho! Palavras de apoio que nos impulsionam a seguir em frente. Por outro lado: para com isso, não vai dar certo! Isso não é pra você! Fique onde está! Você tem que trabalhar de carteira assinada!  Inventar moda pra quê, fulano não conseguiu por que você vai conseguir?

Palavras que podem te impulsionar ou te puxar pra baixo. Mas quer saber, a decisão de permitir ou não só você pode tomar. Talvez eu não entenda muito, ainda estou neste processo, mas aprendi que a auto responsabilidade, os pensamentos positivos, a vontade de vencer, aliados a atitude podem nos levar muito além dos nossos passos, aprendi que o “sentimento de pertença” é grandioso! Então diga para si mesmo: eu posso, eu consigo eu vou vencer!

As dificuldades estarão ao sempre ao redor, é como você as encara que faz a diferença. Você já nasceu com o não, então corra todos os dias em busca do sim. Nem sempre vamos encontrar apoio das pessoas que dizem ser amigos, das pessoas mais próximas, afinal não conhecemos a realidade do próximo, apenas enxergamos a cor da grama não o trabalho que o outro teve para deixar ela verdinha.

Tudo isso para te fazer uma pergunta, onde você iria se deixasse o medo de lado? Está com medo? Enfrente-o, ou vá com medo mesmo! Seja ousado, arrisque, se der certo maravilha, se der errado você adquiriu experiência. Afinal aprendemos com as tentativas, erros e acertos. O que não podemos é permanecer no mesmo lugar, querendo mudar e fazendo tudo igual, querendo voar e deixando que os outros (ou nós mesmos) nos aparem as asas todos os dias. Vença o medo e descubra até onde você pode ir.

Comentários do facebook

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: