Sua vida não vai mudar se você continuar com as velhas atitudes

A cada ano novo que inicia as pessoas se enchem de expectativas transmitidas muitas vezes, nas felicitações que enviam umas às outras. Desejam mudanças, desejam realizações, mas continuam com as mesmas atitudes de sempre. A vida que temos hoje é reflexo dos pensamentos e sentimentos que nutrimos ao longo da vida.

Há quem faça as famosas promessas de ano novo: esse ano vou emagrecer, esse ano vou economizar e fazer uma poupança, esse ano vou fazer m curso de inglês e por aí vai. A maioria nem coloca no papel, outras tantas até colocam, mas nunca mais olham novamente e deixam esquecidas em algum lugar.

Poucas são as que traçam de fato metas e objetivos e colocam juntos as estratégias, as ações que terão de realizar para conseguirem o que almejam. Sonhar é fácil, mas de nada adianta continuar apenas sonhando. Para realizar é preciso de um plano de ação. E a verdade é que a maioria das pessoas espera que o novo ano venha por si mesmo fazer milagres sem que seja preciso fazer nenhum esforço.

Desejam mudanças, mas querem continuar sendo iguais. Desejam viajar mas continuam gastando dinheiro com futilidades. Querem que as coisas mudem no novo ano,  que as pessoas mudem, que as situações mudem, se concentram em desejar as mudanças externas mas esquecem que a principal mudança que precisa ser feita é dentro delas mesmas. Esquecem que enquanto continuarem sendo as mesmas pessoas com as velhas atitudes vão colher os mesmos resultados.

A vida que temos hoje é reflexo dos pensamentos e sentimentos que nutrimos ao longo da vida. Portanto se não está satisfeito com os resultados que têm hoje, a primeira mudança que você precisa fazer é na mente. Nutra-se de bons pensamentos, vista-se de bons sentimentos. Olhe para dentro de você e perceba quais mudanças precisam ser feitas, qual é o principal foco da sua conversa interna, quais as crenças que você carrega e se forem negativas, comece a mudar.

O escritor Paulo Vieira em seu livro O poder da Autorresponsabilidade propõe a seguinte reflexão de autoria desconhecida e adaptada por ele:

Possuis os recursos financeiros coerentes com as tuas atitudes, nem mais, nem menos, mas o justo para as tuas lutas internas. Teu ambiente de trabalho é o que elegeste espontaneamente para a tua realização. Teus colegas e amigos são as pessoas que atraíste com a tua afinidade, habilidades e debilidades. Portanto, teu destino está constantemente sob seu controle. Deus te deu livre-arbitrio e tu escolhes, recolhes, eleges, atrais, buscas, expulsas, modificas tudo aquilo que te rodeia a existência.

Cuida das palavras que saem da tua boca, elas tem poder de vida e morte, de benção e maldição. Teu corpo clama. Teus ombros pedem. Tua coluna ereta ou não é eloquente! Teus pensamentos e vontades são a chave de teus atos e atitudes… São as fontes de atração e repulsão na tua jornada e vivência.

Não reclames nem te faças de vítima. Antes de tudo, analisa e observa. A mudança está em tuas mãos. Estabelece a tua meta, reprograma a tua mente. Decide o que ver, decide como ver. Busca o bem e viverá melhor. Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode recomeçar agora e fazer um novo fim.”

Por Josy Donato

 

Comentários do facebook

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: